domingo, 19 de julho de 2009

Minha vez :)

— Er, me desculpe – falei, sentindo meu rosto queimando mais uma vez.
— Meu Deus, olhe por onde anda, imbecil – Debbie cuspiu, raivosa, apertando a cintura de Brad, como se eu fosse dar um salto felino mortal e comer seu namorado querido.
Debbie e Brad eram o casalzinho popular do colégio, sabe? Debbie era a patricinha-líder-de-torcida, e Brad o bonitão-capitão-do-time-de-futebol.
— Vai com calma, Debbie – Brad falou, deixando-a instantaneamente furiosa. Acho que ela o beliscou, porque ele calou a boca, e se virou para falar com outro fortão que estava do seu lado.
Eu peguei meus livros caídos no chão, ajeitei meu óculos e sai dali o mais rápido que pude.
Brad não era tão, hm, “casca grossa”, mas, como namorava a Debbie, era melhor eu manter distância do cara.
Sai de lá, me direcionando a Teresa, uma amiga de descendência latina que eu tinha – você sabe, morena, do olhos negros, cabelos escuros –, e que estava me esperando do outro lado do pátio.
— O que aconteceu lá? – ela apontou para o lugar de onde eu havia saído – e o que vocês fez para estar acontecendo aquilo?
Me virei bruscamente para ver do que ela estava falando e, vi que os dois (Brad e Debbie) pareciam estar brigando ou algo do tipo. Quero dizer, de longe, pareci ser isso.
— Vamos embora daqui logo, Teresa – falei com o meu coração pulando mais rápido dentro do peito.
— Mas...
— Vamos, Teresa – a puxei pelo braço magro e moreno, e, mesmo ela se debatendo, consegui a arrastar para longe dali.
Mais tarde...
— Anda logo – bufei enquanto esperava o meu velho e lento computador abrir meu e-mail.
“3 mensagens novas!”, vi piscar na minha tela.
Um e-mail era de Teresa, contando que conheceu um menino super-lindo e tudo o mais.
Um era falando das vantagens de assinar uma revista lá.
E o outro – pasmem – era do Brad. Sim, Brad havia me mandado um e-mail. Já era um bom começo, pelo menos para mim.
Cliquei furiosamente em cima da mensagem dele.
O que diabos esse garoto colocava no e-mail para ele ficar tão... assim? Imagens de florzinhas – bolas de futebol, quem sabe? – ou o quê?
Finalmente – finalmente! –, depois de alguns minutos lentos e enjoativos o bendito e-mail carregou, revelando-se um e-mail simples, mais profundo. E enigmático.
Só dizia: “Apareça na janela :) beijos, B.”
Corri para a janelinha de meu minúsculo quarto, e, procurando velozmente algo estranho, achei algo conhecido.
Brad, com um cartaz, dizendo, simplesmente, que me amava. E que queria ir ao baile comigo.
Sim, que me amava. E que queria ir ao baile. Comigo.
Muito conto-de-fadas, não é? O príncipe se apaixonou para a pobre nerd. Mas, era a mais pura verdade.
Desci as escadas correndo, com um sorriso genuíno estampado no rosto.
Vi ele me esperando, ali.
De repente, eu entendi. Eu não era simplesmente uma nerd de que todo mundo era enojado e me achavam esquisita.
Um milagre? Ou simplesmente uma mera realidade que ninguém enxergava?!
Não, era amor.
Alguém me amava, de verdade. E não era um sonho, ele estava ali, esperando por mim – e eu por ele – e se declarando.
Corri para ele, o mais rápido que pude.
Seus braços enlaçaram minha cintura, e, vou lhe contar: eu poderia ficar ai pelo resto dos meus dias.
A cada centímetro que seu rosto chegava mais perto do meu, meu coração batia mais rápido e mais forte.
Ah, eu esperei aquilo por tanto tempo.
E, de repente, eu não me importava mais se ele era popular e eu uma miserável nerd, não me importava se eu estava com meu pijama da Sininho.
Alguém me amava, de verdade, afinal.
Porque, todo mundo tem que ter seu verdadeiro amor uma vez. Por mais que isso se repita nos contos-de-fadas, era a minha vez – e somente minha vez – de vive-lo.
''Mas é a verdade, pra tudo tem uma primeira vez - Pensou ela."

-
- Pauta para o Once Upon A Time

11 opiniões:

cary. disse...

aaaaaaaaaaaah mari, ficou liiiindo esse seu texto menina *----*
PARABÉNS garotinha, e amanhã veremos nossos nomes na lista de ganhadores, u-huul (yn)

[http://colunadacary.zip.net]

Marina Melow disse...

Oi Marii!
Obrigada, fico muito feliz por mais uma seguidora!
Aiii to com pena de trocar, como eu disse no post, todo mundo adora esse layout...mas já tem tanto tempo, tá na hora de mudar.

Once Upon A Time, seria algum grupo para escritores amadores? Tipo Blorkutando e PostIt?


Beijos dear!

Magia Adolescente disse...

Isso mesmo!

Visite:
adolescentescommagia.blogspot.com

Bjs!

Mariane Ferrari disse...

adorei seu texto! *-*

e respondendo ao seu comentário: querida, pode ficar com o Tom. o Danny é só meu, rs. ♥ -q

meus instantes e momentos disse...

lindo texto, parabens, muito bom.
Tenha uma feliz semana.
Maurizio

Kaah Mathielo =] disse...

ameei a outra históóriiia,
como vc faz p/ ter taaantos comentarios?
ameei a foto da Vanessa e do Zac
beeeijos
kaah

Carolzinha_ disse...

nossa, ameeeei as suas histórias *_*
tão lindas e perfeita.ehehehehehehehehhe xD
Parabéns :)


beeijinhos ;*

.

Luiza Padovezi disse...

super conto d fadas *.*

Caá disse...

que texto super lindo *-*
o amor é lindo mesmo,pqp!

brigada pela visita.
bjss

palavras soltas disse...

ahh Marii.. lindo see post, como todos sempre!
mal pela demorar a visitar tava muito enrolada com algumas coisas mas já to de volta!
beijões e te indiquei pra um selo!

Olga disse...

que lindo *-*
bom, o titulo do meu blog é o nome de uma musica dos titas :) vc conhece? UHSUASUH